Segunda-feira, 16 de Julho de 2012

A Holanda juntou-se hoje ao grupo de países do euro (juntamente com a Alemanha, a Áustria e a França) que ultimamente tem usufruído de yields negativas na emissão de dívida pública.

O que isto quer dizer? Quer dizer que as taxas de juro da dívida pública destes países é inferior à inflação, ou seja, os investidores estão literalmente a pagar a estes países para lhes emprestar dinheiro.

Uma primeira observação, menos económica, leva-me a tocar num ponto relacionado com algo que me parece extremamente importante para o potencial funcionamento da zona euro, e que tem sido muito discutido - a criação das eurobonds, ou seja, a zona euro passar a emitir dívida pública como um todo.

A Alemanha opõem-se claramente às eurobonds e entretanto continuamos a assistir aos sucessivos bailouts dos países periféricos. Esses lbailouts, por sua vez, não são mais do que empréstimos que os restantes países do euro fazem ao país resgatado, sendo a maior parte do empréstimo coberto pela Alemanha, seguida da França, e por ai fora mediante a dimensão da economia. Portanto, como o dinheiro não surge do nada (até podia surgir se o BCE pudesse imprimir moeda, mas não pode), e não surge das eurobonds, os restantes países do euro têm de arranjar o dinheiro para emprestar ao resgatado.

Ora, colocando a questão da forma mais simples possível: a Alemanha vai ao mercado pedir dinheiro emprestado e fá-lo a juros inferiores a 2%; depois empresta o dinheiro a Portugal que recebe um bailout e paga juros superiores a 4% (fora as comissões pagas ao FMI, CE, etc.). 

Enfim, não acredito que a Alemanha se oponha às eurobonds por ganhar +/-2% com os bailouts aos países do sul mas que são +/-2% de lucro são. (Estas minhas não descrenças não são de hoje, nem de ontem.)

 

Quanto às implicações mais significativas e mais económicas das históricamente baixas taxas de juro, por um lado, os investidores estarão tão receosos que preferem pagar a estes países para lhes "guardarem o dinheiro" - um sinal claro de que a crise está a ser bem alimentada. Por outro, a única forma desta estratégia se tornar rentável para os investidores involve um ou uma combinação destes três acontecimentos:

1) as taxas de juro da dívida pública destes países descem ainda mais e os investidores conseguem vender a sua dívida a um valor mais alto;

2) a inflação desce ou temos mesmo desinflação, e portanto a diferença entre a inflação e os baixos juros da dívida pública destes países torna-se positiva, logo rendimentos para os investidores;

3) alguns países do sul saem do euro, o euro valoriza (ou o euro acaba, a Alemanha volta ao marco, o marco valoriza) e os investidores que estão fora do euro (ou da Alemanha) obtêm rendimentos pela valorização do euro (ou do marco).

As duas primeiras hipóteses sinalizariam que os investidores acreditam na manutenção do rumo actual dos acontecimentos - e consequente agravamento da situação económica. Já a terceira pode demonstrar que os investidores acreditam que o rumo terá de ser alterado e que tal estará para breve.

 



publicado por Mais Um Economista às 11:54 | link do post | comentar

1 comentário:
De escudo-cplp a 16 de Julho de 2012 às 19:14
Olá,

Gotaria de deixar uma desconfiança quanto ao facto de que o futuro Marco valorizaria, ou mesmo que o Marco se tornasse receptáculo das poupansas europeias, qual emealho de moedas de ouro. Ao longo dos anos os superricos alemães têm metido o dinheiro na Suiça... Muitos se esqueçem do comportamento aberrante do Estado alemão para confiscar fortuna, mas quem têm dinheiro há muito tempo naquele país sebe e lembra-se bem. Se a economia alemã falhar com a queda do euro, creio que haverá fuga em massa de património para o extranngeiro.


Comentar post

Posts recentes

Previsões, revisões, desi...

O Reestruturador

Há recessões e Recessões

O Mundo ao Contrário

Novas previsões do FMI

Reestruturar, Reestrutura...

Pagar para Emprestar Dinh...

A Mal Comportada Islândia

A Desvalorização Cambial ...

Wolfson Economics Prize

Mais Um Economista

Subscreva para receber os posts no seu email

Posts mais comentados
comentários recentes
Apesar de ser expectável que as previsões não este...
Não era de esperar que as previsões falhassem?
"O que está em causa não é o tamanho exagerado do ...
Este homem é tão burro!
subscrever feeds
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Tags

todas as tags

links
arquivos

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012