Quarta-feira, 18 de Julho de 2012

No passado escrevi sobre o facto das previsões que têm sido feitas acerca da economia são sempre optimistas e acabaram sempre por ser revistas em baixa -  Mais Previsões Optimistas.

O FMI publicou ontem o relatório da 4ª revisão do programa de ajustamento e não é que a previsão do PIB foi revista em alta. Mas a imagem dos nossos próximos 6 anos continua péssima. Na realidade, a revisão é essencialmente no crescimento deste ano que passou de -3,3% para -3%. O gráfico evidencia que estamos claramente a atravessar A Nossa Grande Depressão e que esta revisão não altera basicamente nada - só em 2016 voltaremos a ter o PIB num nível semelhante ao de 2007.

  

 
E se houve realmente uma revisão das previsões, isso aconteceu na Taxa de Desemprego. Aqui sim as diferenças são brutais e o FMI reconhece agora que a taxa de desemprego deve atingir os 15,9% em 2013. De referir que o Governo, a OCDE e o Banco de Portugal têm previsões mais pessimistas - temos de esperar para ver.
 

 

 



publicado por Mais Um Economista às 13:17 | link do post | comentar

3 comentários:
De Universo de Paralelos a 20 de Julho de 2012 às 18:55
De economia percebo muito pouco, mas parece-me que ainda estão para vir muitas mais revisões.

O teu blog é interessante e não complica. Bom!


De escudo-cplp a 19 de Julho de 2012 às 13:03
É estimulante pensar que daqui a 6 anos a economia recuperou. O acelarar das crises ciclicas contudo dir-nos-ia que daqui a 4 anos termos outra recaida. As previsoes do desemprego com valores elevadissimos no final de 2012 tornará a economia ainda mais debil. O II trimestre foi o mais duro de sempre para muito sectores da economia, especialmente para os que ainda trabalham com o mercado interno. Portugal desde o euro focou-se em demasia numa economia interna e em sectores com forte regulamentacao estatal, protegidos. Dentro em pouco poderao deixar de o ser e haverá despedimentos em massa. Desemprego e fuga de mao-de-óbra sao duas coisas muito preocupantes.

Sem inflacao na europa, sem liquidez para a industria e comércio é impossível sobreviver no euro.


De escudo-cplp a 19 de Julho de 2012 às 13:06
O II trimestre foi devastador, o IV será misabilistico. De Setembro a Dezembro será uma razia no comércio e a industria deve estar a ficar preocupada por nao verem as encomendas chegar, chegarao mas em cima da hora o que vai impedir de dar resposta a qualquer trabalho. Isto supondo que há alguma folga nas linhas de crédito


Comentar post

Posts recentes

Previsões, revisões, desi...

O Reestruturador

Há recessões e Recessões

O Mundo ao Contrário

Novas previsões do FMI

Reestruturar, Reestrutura...

Pagar para Emprestar Dinh...

A Mal Comportada Islândia

A Desvalorização Cambial ...

Wolfson Economics Prize

Mais Um Economista

Subscreva para receber os posts no seu email

Posts mais comentados
comentários recentes
Apesar de ser expectável que as previsões não este...
Não era de esperar que as previsões falhassem?
"O que está em causa não é o tamanho exagerado do ...
Este homem é tão burro!
subscrever feeds
Outubro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


Tags

todas as tags

links
arquivos

Outubro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012